O Princípio da Concentração dos Atos Registrais ganhou destaque a partir deste ano de 2017, com a plena vigência da Lei n. 13.097/2015. A novel legislação dispõe, em apertada síntese, que tudo que diga respeito ao imóvel deve estar anotado no Registro de Imóveis.

De imediato, no entanto, surgem indagações que afetam o cotidiano daqueles que atuam no mercado imobiliário: E se alguma situação que envolve o imóvel não estiver anotada em sua matrícula, o que ocorre? Existem exceções?

O SSA preparou um material acessível de perguntas e respostas, destinado a todos aqueles que atuam no mercado imobiliário, tirando dúvidas a cerca da matéria. Para saber mais basta clicar aqui ou na imagem abaixo.

Clique aqui e acesso o material completo para conhecer melhor sobre o Princípio da Concentração dos Atos Registrais.

Clique aqui e acesse o material completo para conhecer melhor sobre o Princípio da Concentração dos Atos Registrais.

Compartilhe: